sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Indecisão


Estou aqui!!!
Mas você parece não notar
Então me pergunto:
Vale a pena insistir??
Mas a resposta...Eu não sei
Talvez ir embora seja a melhor coisa
Quem sabe assim, poderá sentir a minha falta

Eu queria que tudo fosse diferente
Eu queria poder sentir você
Te sentir como eu sentia antigamente
Quando tudo parecia tão certo
Quando em mim não havia dúvidas sobre você

Talvez, partir seja a melhor solução
Pois, acho que ficando vou acabar sofrendo mais
Mas para que lugar eu vou?
Quem vai me mostrar a direção?
Se foi com você que eu descobri o meu caminho

Minha cabeça agora está girando sem parar
Não sei o que fazer...
Cada dia que passa fico cada vez mais confusa
Tento mostrar que tudo está tranquilo
Mas quem realmente me conhece, sabe que não

Meu coração está pedindo ajuda
Mas sinto minhas mãos atadas
Eu não consigo me decidir
Não sei mais se quero ficar ou partir

Acho melhor entregar ao destino
Deixar você ir primeiro
Deixar a dor ser mais forte
Lamentar não vai adiantar mesmo

Então, a chave da porta está aqui
Decida o que vai fazer com ela
Se quiser ficar...Entre!
Mas se quiser partir...Abra a porta e vá!
Renata Francis

3 comentários:

  1. Seja de quem for a atitude, seja qual for a escolha... Nunca esqueça que aqui em casa tem ouvidos para te escutar, palavras de compreensão para te falar, o Pomposo para abraçar, uma amiga para o que precisar...

    Um terno abraço minha flor

    ResponderExcluir
  2. Que bonito como vc escreve... Gostei de ler!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite :) Vim agradecer e retribuir mais uma vez a sua visita ao meu blog e ao seu comentário, que pra mim é importante.

    Fica com Deus e volte sempre!

    Beijos!!

    ResponderExcluir

E um artista sempre acha que as coisas podem ser ainda mais bonitas ou melhores do que são.

(Caio Fernando Abreu.
O mergulho do príncipe bailarino, in: Pequenas Epifanias)